16.6 C
Caminha Municipality
Sexta-feira, 18 Setembro, 2020
Início Rubricas Empreende + Quintinha da Serra d'Arga: um espaço em perfeita comunhão com a natureza

Quintinha da Serra d’Arga: um espaço em perfeita comunhão com a natureza

Ela era esteticista, ele publicitário. Moravam no Porto e um dia, por brincadeira, decidiram, uma Festa de S. João d’Arga, montar uma tasquinha para vender bagaço com mel, caldo verde e outros petiscos. 

José Carlos é natural de Dem e a esposa, de Vila Nova de Gaia. Aos fins de semana deixavam o Porto e vinham para Caminha. A experiência que tiveram em S. João d’Arga correu bem e foi então que decidiram tornar a “brincadeira”, num negócio mais sério.

Da tasquinha improvisada num quartel de S. João d’Arga, o casal passou para um projeto um pouco maior e alugaram os quartéis na Senhora das Neves, em Dem, onde montaram uma tasca.

“Mais uma vez foi tudo na brincadeira. Inicialmente pensávamos que aquilo ia ser só para os amigos, mas de repente tomou proporções muito grandes. Começaram a sair artigos na Visão e no Expresso, e num ano aquilo que começou por ser uma brincadeira, tornou-se num assunto sério.”

Sem condições para receber os muitos clientes que ali se deslocavam em busca da cozinha tradicional e dos petiscos da Serra d’Arga, o casal tentou obter um alvará que lhes permitisse fazer obras. Não conseguiram.

“Para conseguirmos um alvará para o espaço tínhamos que fazer casas de banho interiores, entre outras coisas e a verdade é que a diocese, proprietária do imóvel, não nos deu autorização”, explica.

Sem possibilidade de se instalarem na Serra d’Arga, José Carlos e a mulher decidiram virar-se para Vila Praia de Âncora. Ali montaram um restaurante, A Tasca, perto do Portinho e por lá ficaram nos últimos 15 anos.

“Estivemos lá durante 15 anos mas sempre com a ideia de um dia voltarmos à Serra”.

Esta ideia, que foram amadurecendo, começou a ganhar corpo há 4 anos quando decidiram avançar com um projeto de Agro Turismo num terreno que possuíam em Dem.

“Candidatamo-nos e conseguimos apoios do Fundo Social Europeu para o nosso projeto. Depois, com muito esforço, dedicação e empenho, construímos este empreendimento que aqui está e que inauguramos no passado dia 12 de Julho.”

A Quintinha da Serra d’Arga é um empreendimento composto por 6 quartos temáticos: quarto do ferreiro, quarto das paletes, quarto azul, quarto branco, quarto das artes e quarto Serra d’Arga; restaurante bar, esplanada, piscina, jardins e um pequeno SPA. Os clientes podem ainda contar com um vasto programa de atividades que vão desde passeios a cavalo, caminhadas pela serra e atividades ligadas à agropecuária. O projeto ainda não está totalmente concluído, José Carlos explica que ainda falta terminar algumas coisas.

“Ainda temos que acabar o celeiro, fazer algumas decorações no jardim, construir uma cozinha comunitária para as pessoas que queiram cozinhar a sua própria refeição. Queremos também construir um pequeno albergue para dormidas mais económicas dedicado a um público mais jovem e também aos próprios peregrinos que vão para Santiago, uma vez que nos encontramos na rota dos caminhos”.

Aberto desde Julho, José Carlos não podia estar mais satisfeito com o resultado. Com uma taxa de ocupação de 100% no mês de Agosto e 50% em Setembro, o proprietário da Quintinha da Serra d’Arga garante que o resultado superou as expectativas.

“Tivemos clientes de Espanha, um casal de japoneses, alemães e também italianos, no entanto o forte são pessoas da zona do Porto. Pessoas que procuram fugir ao stress da cidade, que procuram a boa gastronomia e o lazer. A Serra d’Arga é um local com enormes potencialidades por explorar e com excelentes acessos. Talvez por isso este resultado em apenas dois meses”.

Foi a pensar na beleza da Serra d’Arga e na falta de oferta em termos de hotelaria que José Carlos e a esposa decidiram avançar com o projeto.

“Como eu gosto muito da Serra d’Arga, quando às vezes os meus clientes em Âncora me perguntavam o que se podia visitar, eu mandava-os até à serra. Eles iam mas depois queixavam-se que não havia lá nada. Foi a pensar nisso que eu também decidi avançar com o projeto”.

A gastronomia típica da Serra d’Arga está muito presente na ementa do Restaurante que diariamente serve refeições económicas não só aos hospedes mas também ao público em geral.

“Tudo o que nós utilizamos, desde as verduras, batatas, enchidos, carnes, etc. são tudo produtos endógenos. Aqueles que não produzimos compramos a outras pessoas aqui da freguesia de Dem ou das Argas”.

Para além dos produtos utilizados na confeção das refeições, as receitas são também típicas da serra.

“Temos várias receitas como por exemplo o ensopado de carapau, muito usado aqui em Dem, o cozido à portuguesa com carnes caseiras, o cabrito à Serra d’Arga.”

Os animais são também uma presença neste espaço: Cavalos, póneis e burros fazem as delicias de miúdos e graúdos.

“Temos uma burra que é a Maria, um pónei que é o Joca e uma mula que é a Francisca. Estes animais são utilizados nos passeios que promovemos com os nossos hóspedes, ajudam a levar as mochilas. O Joca leva as crianças a passear. O Alazão e o Cronos são cavalos utilizados para passeios na serra”.

Porcos, galinhas, patos, gansos e coelhos também se podem ver por lá. José Carlos explica que a tarefa de tratar dos animais está entregue a um dos filhos que “ele adora a bicharada”.

Aberto 365 dias por ano, as reservas podem ser feitas pelo telefone ou por internet através do site www.quintinhadarga.pt ou através do booking. Um quarto duplo custa 50 euros e o premium 60 euros. A refeição diária anda à volta dos seis euros.

Num investimento total de meio milhão de euros, os proprietários da Quintinha da Serra d’Arga esperam que o projeto se transforme de futuro numa mais valia para a região.

“Acho que estamos no bom caminho, tentamos dar às pessoas algo de diferente. Um turismo rural com atividades, com possibilidade das pessoas fazerem uma refeição, tomarem um café ou beber uma bebida, ler uma revista ou um livro e ouvir musica. Queremos proporcionar-lhes sossêgo, mas ao mesmo tempo a possibilidade de poderem fazer várias coisas se lhes apetecer”.

Ambiente familiar e descontraído em espaço rural é a proposta da Quintinha da Serra d’Arga, situada na freguesia de Dem.

Cidália Aldeia
Cidália Aldeia
Chefe de Redação
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

V.N.Cerveira: Cerveirense Ricardo Conde, nomeado presidente da Agência Espacial Portuguesa

O cerveirense Ricardo Conde é o novo presidente interino da Agência Espacial Portuguesa, Portugal Space. O Município de Vila Nova de Cerveira congratula publicamente...

Covid 19: Portugal com mais 10 mortos e 770 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais 10 mortos relacionados com a covid-19 e 770 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico...

Mau tempo: Proteção Civil deixa recomendações para as próximas 48 horas

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu esta quinta-feira, recomendações para as próximas 48 horas devido às previsões de chuva forte...

Caminha: Executivo vai aprovar proposta para criação de paisagem protegida regional da Serra D’arga

O Executivo vai reunir na próxima segunda-feira, dia 21 de setembro, em sessão ordinária. A reunião decorrerá pelas 15h00, no edifício dos Paços do...