16.4 C
Caminha Municipality
Terça-feira, 25 Junho, 2024
spot_img
InícioDistritoCaminhaLíder do PSD acusa Miguel Alves de não ter uma estratégia para...

Líder do PSD acusa Miguel Alves de não ter uma estratégia para o concelho

Um executivo sem estratégia, que, nestes primeiros 3 meses de mandato, tem-se limitado a executar os projectos deixados pelo anterior executivo, mudando o nome a algumas iniciativas que já existiam e apresentando-as como novidades.

A análise é feita pelo líder da oposição social democrata ao executivo camarário caminhense liderado pelo socialista Miguel Alves.

O social democrata Flamiano Martins acusa o presidente de Câmara de não ter um rumo definido, um plano estratégico para o concelho e de estar mal rodeado por pessoas que não lhe transmitem a verdades dos factos.

O líder do PSD vai mais longe e afirma mesmo que o socialista tem faltado à verdade quando fala das dívidas deixadas pelo anterior executivo camarário.

Flamiano Martins acusa de Miguel Alves de não estar a cumprir as promessas eleitorais feitas na campanha das autárquicas e que o levaram à liderança da Câmara de Caminha, acusando de não ter uma estratégia para o município.

Uma das obras ultimamente anunciadas como uma das novas empreitadas lançadas pelo executivo de Miguel Alves, a colocação de um novo tapete na Nacional 305 resulta do accionamento da garantia cariaria realizada pelo anterior executivo camarário devido às deficiências que a empreitada apresenta…

Flamiano Martins disse à Rádio Caminha que foi a sua equipa que accionou a garantia bancária ainda antes das eleições.

Em relação à Feira Medieval, não apoiou nem criticou a redução dos dias de festa para metade, garantindo Flamiano Martins que antes de tomar qualquer decisão iria ouvir todos os empresários do concelho, acusando Miguel Alves de não o ter feito.

O líder da oposição acusou também o presidente da Câmara de deixar cair projectos importantes como aqueles que tinham sido lançados no sector primário e na promoção de emprego no concelho.

Por fim, Flamiano Martins lamentou que não tenha sido revelado publicamente o que vai ser feito em relação aos 2 milhões de euros que La Guardia deve a Caminha pela utilização do ferry-boat.

A avaliação de Flamiano Martins, líder do PSD, à actuação do executivo socialista nestes primeiros dias de mandato.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares