17 C
Caminha Municipality
Terça-feira, 25 Junho, 2024
spot_img
InícioRubricasO Concelho em NotíciaCaminha – Informação Municipal – 24 Jan. 2014

Caminha – Informação Municipal – 24 Jan. 2014

Desnível Positivo comemora 2º aniversário

Desnível Positivo (2)

Foi precisamente em janeiro de 2012 que surgiu a Desnível Positivo. Comemoram-se assim 2 anos de boas práticas desportivas e, desde então, deram-se muitos passos importantes na afirmação da modalidade de Trail Running.

Tudo começou, pode dizer-se, com uma grande influência de Carlos Sá, atleta ultramaratonista, que despoletou a organização e promoção do Grande Trail da Serra d’Arga, por reconhecer as excelentes condições do território para a prática desta modalidade.

O Trail Running ganha assim uma maior visibilidade e também adeptos no concelho de Caminha.

Logo no primeiro mês de vida, obteve a sua primeira vitória no II Trail dos Abutres. Ganhava, na altura, Nuno Silva a competição de Ultra-trail (45km) e Carlos Sá a de Trail (20km). Em janeiro de 2014, passados 2 anos, a Desnível Positivo comemora o aniversário vencendo por equipas a 1ª etapa do circuito nacional da Associação Trail Running de Portugal, assumindo-se como uma das principais favoritas à vitória Final. O Trail Vicentino da Serra foi o palco da 1ª prova do circuito nacional de Trail Running na distância de 37 Km, onde marcaram presença 16 atletas da associação desportiva oriunda de Caminha. No dia 25 de janeiro, voltam ao Trilho dos Abutres, prova que conta como segunda etapa do circuito. São mais 45 km.

Na verdade, a Desnível Positivo possui 76 associados, dos quais 32 são sócios atletas. Assim, num só fim de semana, a associação consegue marcar presença em diferentes provas: no distrito, a nível nacional e internacional. Tem sido, aliás, desta forma, que a associação se tem destacado. Em 2 anos, a Desnível Positivo tornou-se num dos clubes mais respeitados a nível nacional.

O lema é “Desnível Positivo, muito mais que um clube, uma Família” e isso sente-se em cada prova, em cada subida ao pódio, em cada treino-convívio ou em cada evento organizado.

Por entre as várias conquistas, destaca-se a fundação da Associação Trail Running de Portugal, da qual o vice-presidente pertence à Desnível Positivo, e a integração da Desnível Positivo no órgão de supervisão “Association du trail mondiale”, organismo que supervisiona o trail a nível mundial.

Além disso, as vitórias maiores e mais conhecidas do grande público são as de Carlos Sá – a conquista do 4º lugar no Ultra Trail du Mont Blanc, o recorde na subida a Aconcágua ou a vitória do Badwater. Mas, a Desnível Positivo soma muitas mais vitórias e possui um leque de atletas, também eles, de referência no mundo do trail. A destacar: Nuno Silva, uma das grandes esperanças do trail europeu; Ester Sofia Alves, vice campeã nacional; Susana Simões e Telmo Veloso, um dos casais mais conhecidos nas competições, encabeçam o projeto “Desafio a dois” e têm somado vitórias a nível europeu; Joaquim Sampaio, decano dos trailers nacionais; mas também Luís Pereira, Pedro Gonçalves, João Marinho, Paulo Jorge e José Pereira. Como treinador, Paulo Pires, é conhecido como o “Mourinho do Trail” e treina vários atletas da Desnível Positivo.

No futuro, a direção assume que quer desenvolver o núcleo do Porto através de treinos conjuntos, bem como estruturar a equipa na Galiza, para uma melhor potenciação da vocação luso-galaica da associação. Também a consolidação do Grande Trail da Serra d’Arga passa pelos grandes objetivos da Desnível Positivo, que faz questão de vincar também a missão de proteção da natureza, já que “o Trail Running é prática de atletismo em ambientes de montanha, onde prevalece o respeito pela natureza”.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares