14.2 C
Caminha Municipality
Sexta-feira, 24 Maio, 2024
spot_img
InícioNotíciasDistritoVila Nova de Cerveira: Palco das Artes de 3,9 ME abre no...

Vila Nova de Cerveira: Palco das Artes de 3,9 ME abre no dia 24

O Palco das Artes de Vila Nova de Cerveira, um investimento de 3,9 milhões de euros, vai ser inaugurado no dia 24 e o auditório de 403 lugares está preparado para “eventos de dimensão nacional”, revelou hoje a autarquia.

Em comunicado, aquela câmara do distrito de Viana do Castelo destaca que a atuação da Orquestra do Alto Minho (24 de abril), e o espetáculo Liberdade com a fadista Sara Correia (25 de abril), “permitem ilustrar que, pela sua capacidade, versatilidade e inovação, este palco serve não apenas o Alto Minho, mas também eventos de dimensão nacional”.

O “novo auditório polivalente”, com capacidade para 403 lugares, é apresentado como “tecnológico, digital e inovador” e com “condições acústicas e de conforto de elevada exigência”.

De acordo com a câmara, o espaço está “na vanguarda da promoção de atividades multiculturais como música, teatro, dança, cinema, bem como conferências, palestras e reuniões profissionais de âmbito nacional e internacional”.

Localizado na praça superior do Mercado Municipal, confrontando com o edifício do Palácio da Justiça e a Praça da Galiza, o Palco das Artes de Vila Nova de Cerveira resulta de um investimento global de 3,9 milhões de euros e é considerado pelo município como “um dos maiores investimentos de sempre” no concelho.

O investimento foi cofinanciado em 2,45 milhões de euros pelo Programa Operacional Regional do Norte 2020 através do fundo FEDER.

Para o município, a inauguração do espaço representa “um momento refundacional da vivência democrática”.

Citado no comunicado, o presidente da câmara manifesta-se satisfeito pelo “cumprimento de promessa eleitoral” e por “promover uma nova era na programação cultural do concelho, do Alto Minho e da Galiza-Norte de Portugal”.

Rui Teixeira afirma que, “para a Democracia e a prevenção de populismos de diversas geometrias, é imperioso que exista uma correspondência entre as promessas eleitorais e a prática subsequente”.

“Por essa razão, este ato inaugural é, acima de tudo, uma festa da Democracia”, diz.

A inauguração do Palco das Artes (18:30) integra as comemorações dos 50 Anos do 25 de Abril, – ‘Cerveira Celebra Abril’ –, data que, segundo o autarca, “foi propositadamente escolhida por forma a vincar a imprescindibilidade do poder local Democrático na construção de uma sociedade livre, justa e plural”.

A autarquia lembra que “Vila Nova de Cerveira revolucionou a descentralização cultural em 1978, imediatamente após a Revolução dos Cravos, com a organização da I Bienal de Arte”.

“E agora, com a edificação do Palco das Artes, assume a ousadia e singularidade de uma decisão que concretiza uma promessa aos cerveirenses. Cerveira assume-se como um espaço de liberdade de expressão, onde a arte, nas suas mais diferentes vertentes, se continuará a afirmar”, observou.

O presidente da câmara indicou ainda que, com o novo auditório, “é possível implementar uma estratégia consistente de captação de turismo e de programação cultural para todo o ano, e não só durante a época de verão, contribuindo para uma maior atratividade”.

Em setembro de 2022, a autarquia anunciou o início da construção de um auditório com 408 lugares orçado em 2,7 milhões de euros, com conclusão prevista até ao final do verão de 2023.

Lusa

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares