14.2 C
Caminha Municipality
Sexta-feira, 24 Maio, 2024
spot_img
InícioDistritoArcos de ValdevezArcos de Valdevez: Câmara vai iniciar segunda-feira Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez: Câmara vai iniciar segunda-feira Arcos de Valdevez

O projeto-piloto Restos com Valor, apresentado esta semana pela Câmara de Arcos de Valdevez, inicia na segunda-feira a recolha seletiva, porta-a-porta, de biorresíduos junto de restaurantes e similares, cantinas e instituições sociais.

424851834 811318291022716 3306070914570076860 N

O circuito a iniciar na segunda-feira, apresentado no Ecoparque do Vez, naquele concelho do distrito de Viana do Castelo, começou pela “realização de ações de sensibilização e comunicação porta-a-porta, de modo a estabelecer as adesões à recolha seletiva”.

O circuito “conta, atualmente, com 42 adesões entre restaurantes, unidades hoteleiras, mercados, escolas e Instituições particulares de solidariedade social (IPSS), a quem foram entregues os contentores de 90 e 120 litros, prevendo-se recolher cerca de 80 toneladas por ano de forma seletiva.

Os biorresíduos serão encaminhados para tratamento, na Resulima, empresa intermunicipal de tratamento de resíduos, “numa nova linha de tratamento dedicada à compostagem, onde serão transformados em fertilizante natural e reintegrados num novo ciclo”.

Para a execução do projeto, a Câmara de Arcos de Valdevez adquiriu um veículo elétrico de pequenas dimensões para garantir a recolha e transporte dos restos alimentares, 130 contentores castanhos para deposição seletiva de biorresíduos alimentares, e investiu ainda em folhetos informativos com a definição das regras de utilização.

A recolha hoje apresentada é dirigida a utilizadores não-domésticos e “visa dar cumprimento ao estabelecido no Regime Geral de Gestão de Resíduos (RGGR), no que diz respeito à obrigatoriedade de serem separados e recolhidos num circuito próprio, estando também enquadrado no Plano de Ação do Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos (PAPERSU) 2030”.

O projeto resulta de uma candidatura ao programa “RecolhaBio – Apoio à implementação de projetos de recolha seletiva de biorresíduos”, do Fundo Ambiental, com um investimento total de 67.785,30 euros e, financiado em cerca de 55.413,25 euros.

Lusa

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares