13.2 C
Caminha Municipality
Sexta-feira, 23 Abril, 2021
spot_img
InícioNotíciasPolíticaPSD Caminha: "Investimentos para Caminha são uma miragem"

PSD Caminha: “Investimentos para Caminha são uma miragem”

O PSD de Caminha veio a público, através de comunicado enviado hoje às redações, alerta para a urgência que “de uma estratégia industrial” que passe pela criação de um pólo industrial e potenciação da zona empresarial já existente.

No documento, a Concelhia Social Democrata sublinha que têm sido várias as notícias que têm vindo a público dando nota do crescimento de concelhos vizinhos no que diz respeito a crescimento empresarial e industrial.

“Todas as semanas somos informados de há a criação de novas empresas nos concelhos limítrofes , e que trazem centenas e centenas de postos de trabalho.

Em Caminha andamos a flutuar nos números de desemprego, sem existir uma estratégia certa. Não podemos achar que mais um hipermercado ( conforme já está a ser falado e projetado) em Vila Praia de Âncora, agora, numa zona nobre da Vila, virado para o mar e logo na porta de entrada norte, irá resolver problemas estruturais no concelho. Somos até da opinião contrária, considerando que este poderá agravar a débil situação económica de algumas empresas já instaladas.

Todas as semanas somos informados de investimentos no âmbito, até do Plano Nacional de Investimentos 2030 (PNI2030) para concelhos limítrofes.

No concelho de Caminha não há qualquer estratégia de captação de investimento, fixação de industria e projetos que poderiam ter sido inscritos no PNI 2030.

E isto, para o PSD Caminha, é uma preocupação constante. Como referem “ Não podemos ver os nossos homens e mulheres a terem que sair diariamente do nosso concelho para irem trabalhar para as fábricas de Vila Nova de Cerveira ou Viana do Castelo porque não encontram prespectivas de futuro no nosso concelho.

Os nossos jovens vão estudar para fora e depois, quando terminam os cursos, não encontram no nosso concelho respostas para os seus sonhos.

Tem que se pugnar pela existência de uma zona industrial junto ao Nó da A28, em Vilar de Mouros, com a compra de uma bolsa de terrenos, devidamente infraestruturados, que possam servir para se captar investidores e tem que se dignificar a zona empresarial de Âncora, fazendo-a crescer e projetando-a em termos nacionais.

Tinha que se dar vida ao Teccaminha, que foi um projeto de incubadoras de empresas que ficou fechado às chaves desde há 8 anos.

Não se pode continuar com a apatia que se tem vivido nos últimos anos, em que andou tudo focado nas festas e eventos e se esqueceram de que as pessoas vivem de empregos sólidos, anuais e com futuro e não da sazonalidade da vida e das decisões.

Tudo é importante, mas o combate à sazonalidade e a captação de industria de ponta (à dimensão de Caminha) deveria ser uma prioridade.

Infelizmente, vive-se uma era de remendos e de falta de visão de futuro !

CPS PSD Caminha”

Cidália Aldeia
Cidália Aldeia
Chefe de Redação
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares