15.6 C
Caminha Municipality
Sábado, 15 Agosto, 2020
Início Notícias Distrito Metade do Alto Minho fica sem repartições de finanças

Metade do Alto Minho fica sem repartições de finanças

O esvaziamento de serviços na região será uma realidade com o avanço da medida equacionada pelo Governo de encerrar cerca de metade das 10 repartições de Finanças do Alto Minho.

Um cenário que se irá replicar por Portugal, já que o objectivo é fechar metade das 343 repartições das Finanças existentes no País.
A notícia foi avançada na semana passada pela Rádio Caminha e é agora confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos. A medida está incluída no memorando assinado com a troika e o fecho das perto de 154 instalações deve ficar concluído até Junho do próximo ano.

O Sindicato já reagiu alertando para o facto de alguns contribuintes terem que percorrer mais de 100 km para se deslocarem a repartições das Finanças sempre que necessitem de tratar de assuntos fiscais.

No distrito de Viana do Castelo, deverão ser 5 os municípios afectados pelo encerramento de repartições de Finanças…
Estes serviços deverão fechar portas em Caminha; Melgaço; Paredes de Coura; Ponte da Barca e Valença.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

Caminha: Concelho com um caso ativo de Covid 19 segundo a ULSAM

Depois de uns dias a zero, o concelho de Caminha voltou hoje a registar um novo caso de Covid 19 segundo o boletim epidemiológico...

Viana do Castelo: Retoma do funcionamento do comboio “Celta” é boa notícia para o turismo e setor empresarial

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo acredita que a retoma do funcionamento do comboio Celta, que faz a ligação entre o...

Apresentação do livro “BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade”, dia 22 de Agosto no Auditório do Fórum Cultural de Cerveira

No próximo dia 22 de agosto (sábado), às 18h00, a XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira acolhe a apresentação do livro “BIENAL DE...

Covid19: Mais dois mortos e 235 novos casos em Portugal

O número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu de 53.548 para 53.783, e o número de óbitos passou de 1.770 para 1.772,...