11.9 C
Caminha Municipality
Quinta-feira, 26 Novembro, 2020
Início Distrito Ponte de Lima Incêndio: Cinco meios aéreos combatem incêndio em Ponte de Lima

Incêndio: Cinco meios aéreos combatem incêndio em Ponte de Lima

Cinco meios aéreos estão a combater o incêndio que deflagrou na madrugada desta quinta-feira, em Ponte de Lima, e que já alastrou, ao início da manhã, para Carvoeiro, em Viana do Castelo, notícia “O Minho”.

Segundo aquele jornal, os meios aéreos têm abastecido no rio Lima.

De acordo com o CDOS de Viana do Castelo, no local estão neste momento empenhados 76 operacionais e 21 viaturas.

Às 10:47, a página oficial da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) referia estarem no terreno 114 operacionais e 28 viaturas a combater as chamas.

Mais de uma centena de concelhos de 14 distritos de Portugal continental apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão mais de 100 concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Aveiro, Guarda, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro.

Na quarta-feira, fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) disse à Lusa que todos os distritos de Portugal continental estão em estado de alerta especial laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido ao elevado risco de incêndio rural.

O estado de alerta especial laranja, que determina o reforço da monitorização e o grau de prontidão do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), significa que o grau de risco é elevado e que se está numa “situação de perigo, com condições para a ocorrência de fenómenos invulgares que podem causar danos a pessoas e bens, colocando em causa a sua segurança”.

Segundo a ANEPC, estão previstos para os próximos dias uma subida gradual da temperatura máxima, noites tropicais, baixa humidade relativa do ar e vento fraco a moderado.

No aviso à população, a ANEPC recorda que, até 30 setembro, é proibido fazer queimas e queimadas, usar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais, lançar balões de mecha acesa e foguetes e fogo-de-artifício.

A Proteção Civil refere ainda que é proibido fumigar ou desinfestar apiários e usar motorroçadoras, corta-matos e destroçadores nos dias de risco máximo de incêndio.

Cidália Aldeia
Cidália Aldeia
Chefe de Redação
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

V.N.Cerveira: Antigo Posto Fiscal da Carvalha com 12 propostas de reabilitação

Ao abrigo do Programa Revive Natureza, lançado pelo Turismo Fundos, há 12 interessados em reabilitar o Antigo Posto Fiscal da Carvalha, em Campos, para...

País: Bancos alimentares contra a fome arrancam hoje campanha de recolha de alimentos

Os Bancos Alimentares Contra a Fome iniciam esta quinta-feira a tradicional campanha de recolha de alimentos, que durará até 13 de dezembro, para “evitar...

Caminha: Número de desempregados desce ligeiramente segundo o IEFP

O número de inscritos nos Centros de Emprego voltou a baixar em alguns concelhos do Vale do Minho durante o mês de outubro, de...

Covid 19: Número de casos ativos no concelho de Caminha volta a subir

O número de casos ativos no concelho de Caminha voltou a subir e são agora 184 segundo boletim epidemiológico divulgado hoje pela Unidade Local...