16.4 C
Caminha Municipality
Terça-feira, 25 Junho, 2024
spot_img
InícioDistritoCaminhaCaminha: executivo socialista vê aprovado PDM a nove meses das autárquicas

Caminha: executivo socialista vê aprovado PDM a nove meses das autárquicas

A Assembleia Municipal de Caminha aprovou sexta-feira à noite o novo Plano Diretor Municipal (PDM). O documento contou com 20 votos a favor, 14 contra e uma abstenção.

A proposta de revisão do PDM de Caminha tinha sido aprovada em reunião de câmara a 21 de dezembro de 2016.

Durante a sessão extraordinária no Valadares, Teatro Municipal, o presidente do executivo socialista, Miguel Alves, salientou que, com a aprovação deste PDM, a Câmara cumpre assim a lei que estava a ser violada há 11 anos.

O autarca considerou ainda este “dossiê muito difícil” tendo em conta a proximidade das eleições autárquicas

Ainda de acordo com o líder do executivo, o novo documento estratégico traduz-se num PDM “amigo do investimento e do património natural”, que permite também acomodar de forma equilibrada um eventual crescimento da população da ordem das 10 mil pessoas, durante a próxima década.

Já o vice-presidente da Câmara Municipal de Caminha, Guilherme Lagido, aproveitou para esclarecer que nesta legislação de ordenamento “é possível construir em solo rústico contrariamente ao que acontecia no passado”.

Do lado da bancada do PSD, o deputado Rui Taxa afirmou que, com este PDM da inteira responsabilidade do executivo socialista, ninguém vai querer investir no concelho. “ A partir de agora, investir no concelho de Caminha foi como investir no BES. Um suicídio”, atirou Rui Taxa.

A CDU votou a favor. No entanto, Celestino Ribeiro considerou o documento “declaradamente centralizador na organização do território e na limitação urbana nas freguesias periféricas aos grandes centros urbanos, que merecerá o epíteto de PDM Verde”.

Excertos da Assembleia Municipal extraordinária no Valadares, Teatro Municipal.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Populares