18.5 C
Caminha Municipality
Sábado, 19 Setembro, 2020
Início Distrito Caminha A magia do Abrunhosa no segundo dia do Festival Vilar de Mouros

A magia do Abrunhosa no segundo dia do Festival Vilar de Mouros

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_05
Depois de um belo recomeço do mítico Festival de Vilar de Mouros, o segundo dia do evento tinha uma tarde promissora. A começar estavam os Trio Págu, que brindaram o público que se ia acomodando no relvado com um set bem escangalhado, seduzindo a plateia com temas clássicos da bossa nova e da MPB.

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_11

A segunda parte da tarde estava a cargo dos Budda Power Blues. Considerados por muitos como a melhor formação de Blues em Portugal, os Budda Power Blues são um power trio à moda antiga, vestidos pelo manto da improvisação e reconhecidos pela forma explosiva e contagiante que se apresentam ao vivo. O palco História foi assim um bom reavivar das longas tardes na relva a ouvir projectos menos famosos que merecem ser reconhecidos.

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_23

José Cid, encantado com o convite feito pela organização do festival e feliz por regressar depois de ter estado em Vilar de Mouros em 1971, o concerto foi dividido em duas partes sendo a primeira dedicada ao álbum de 1978 – 10.000 nos depois entre Vénus e Marte, um dos mais aclamados registos fonográficos do artista, estando mesmo no top dos melhores álbuns de rock progressivo de todos os tempos. Terminada a apresentação a segunda parte foi um revisitar de clássicos do artista, uma hora e meia do melhor de José Cid proporcionando um grande inicio de noite em Vilar de Mouros.

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_41

Blasted Mechanism deram o segundo grande concerto da noite, se já O José Cid tinha sido um dos motivos da ida ao segundo dia do evento, os Blasted mostram o que valem em mais de uma hora de concerto. Outro nome que já havia estado em Vilar de Mouros e que regressa em grande para os seus mais derradeiros seguidores. Não fosse a chuva marcar presença já de uma forma bastante significativa o concerto teria criado uma verdadeira nuvem de pó, pela onda de movimento dos festivaleiros.

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_55

Um dos momentos mais esperados do dia era os The Stranglers. O grupo inglês regressou passados 32 anos ao mítico espaço do Vilar de Mouros, o único repetente de 71 foi o José Cid. O concerto cheio de êxitos da banda, foi um dos mais aclamados da noite, revelando que a música é geracional. Os êxitos Golden Brown e Always the Sun foram fortemente entoados, tocados a meio do set o que fortificaram ainda mais o concerto de uma parca hora.

 

MIGUEL_ESTIMA_PRESS_VILARDEMOUROS_01082014_WEB_74

Já se ouvia “os Comité Caviar já andam em palco”… A preparação para a performance do Pedro Abrunhosa, é fantástica. Toda uma dinâmica com todos os intervenientes… Primeiro é o Abrunhosa a mandar para a chuva que se fazia sentir em jeito de “viagens”… E pára de chover! Depois são os fotógrafos que são chamados ao palco com “Hoje é o teu dia”. Continua com o publico a subir ao palco nas “Pontes entre nós”. Um set coeso que termina ao final de quase duas horas com “Tudo o que eu te Dou”!

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

Viana do Castelo: Município decreta dois dias de luto pela morte de D. Anacleto Oliveira

A Câmara de Viana do Castelo decretou esta noite dois dias de luto municipal pelo falecimento do bispo da diocese do Alto Minho, D....

Distrito: Faleceu D. Anacleto Oliveira Bispo de Viana do Castelo

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, de 74 anos, morreu hoje na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada 2...

Covid 19: Número de casos ativos em Caminha desce para 12

Desceu para 12 o número de casos ativos de COVID 19 no concelho de Caminha segundo os dados revelados hoje pela Unidade Local de...

País: Fronteiras com Espanha vão manter-se abertas

Portugal e Espanha consideram que a atual situação da pandemia é diferente da registada em março, justificando medidas cirúrgicas e pontuais, e não vão...