Em 23 Novembro, 2017 Por Em Empreende +, Podcasts, Rubricas - Artigos

UCV – tudo o que necessita para os desportos outdoor

 

 

Nasceu em Vila Praia de Âncora há mais ou menos 20 anos e começou por ser um estabelecimento de venda de artigos de pesca, caça, gás e até eletrodomésticos. Mas de há uns anos a esta parte a UCV – Utilidades Costa Verde, propriedade de André Verde, transformou-se numa loja onde os clientes podem encontrar todo o tipo de material para desportos outdoor. Desde a pesca submarina, aos mergulho, dos trails, às simples simples caminhadas, na UCV há de tudo para que se possa praticar qualquer tipo de atividade em segurança.

André Verde já perdeu a conta à quantidade de artigos que vende na loja cujo lema é continuar a apostar sempre na qualidade e segurança dos clientes.

No Empreende + desta semana convidamo-lo a conhecer este estabelecimento que é já uma referência em todo o alto Minho para os amantes dos desportos outdoor.

“O nosso forte aqui na loja é o material técnico para as diversas atividades. No que toca à pescam por exemplo temos todo o tipo de material, desde as canas aos anzóis, passando pelos iscos vivos e roupa. No que toca ao mergulho temos os fatos e as armas para a caça submarina”.

Sendo o único armeiro autorizado no concelho de Caminha, a UCV dispõe para venda, de diversos tipo de arma para caça.
“No que toca a caça também temos uma vasta gama de material que vai desde as armas às munições, passando pela roupa e o calçado. O mesmo acontece noutro tipo de desportos com por exemplo as caminhadas em que vendemos desde a roupa aos calçado, passando pelas mochilas e os bastões todo o tipo de material que faz falta neste tipo de atividades”, explica.

Os clientes são na maioria pessoas de fora do concelho de Caminha. “São clientes que vêm de diversos locais e que sabem que nesta loja podem encontrar praticamente tudo. É evidente que existem outras mas não tão direcionadas para os desportos outdoor. Têm um ou outro tipo de material mas não têm tudo como nós temos”.

Os desportos outdoor estão na moda e o fenómeno cresce cada vez mais, disso ninguém dúvida, mas André Verde chama a atenção para a importância de se ter alguns cuidados quando se sai para a rua.

“De facto nota-se que de há anos a esta parte, as pessoas têm uma apetência muito especial pela prática dos desportos outddor, é quase uma moda. E verifica-se que ao contrário do que se passava há uns anos atrás, as pessoas antes de saírem para uma caminhada têm cuidado em utilizar algum material técnico, nomeadamente calçado e roupa. Nota-se que as pessoas se preocupam muito com as questões da segurança e isso é muito importante porque nós nunca sabemos aquilo que podemos encontrar”.

Há material que André Verde diz ser fundamental para quem vai fazer uma caminhada no inverno. “O que eu aconselho é que as pessoas levem consigo, por exemplo, uma manta térmica e material adequado porque numa situação de emergência pode fazer toda a diferença”, garante.

Dependendo do número de dias e da distância da caminhada, André Verde diz há material que é indispensável.
“Se estivermos a falar de uma caminhada simples no inverno, daquelas que as pessoas fazem normalmente, eu aconselho um bom calçado impermeável que pode ser uma bota ou sapatilha dependendo do terreno. Uma proteção para a chuva que pode ser um poncho, um bom casaco, uma camisola térmica e um polar. Para além disto as pessoas devem legar comida e água e se a caminhada for na montanha aconselho a que levem também uns bastões para ajudar a subir e a descer e uma lanterna. Quem vai caminhar deve levar sempre um telemóvel e avisar alguém do que vai fazer”, sublinha.

Parece muito mas André Verde garante que não é e lembra que uma caminhada pode durar sempre mais do que aquilo que está previsto “e por isso há que ponderar vários cenários e ter em atenção questões de segurança”
Uma caminhada deve ser bem preparada e se por exemplo se estiver calor um protetor solar é fundamental, assim como óculos de sol e um boné. “Dependendo do tempo que vai fazer há coisas que devem acompanhar a pessoa”, explica.

Para quem vai pela primeira vez e não sabe bem o que deve comprar, a UCV aconselha e diz quais as melhores opções para o tipo de atividade.
“Às dúvidas que as pessoas têm nós tentamos sempre dar uma resposta e aconselhar as melhores opções.

Outros dos clientes da UCV são os peregrinos de Santiago que normalmente ali se deslocam para pedir aconselhamento sobre que tipo de material a levar.
“Aqui já estamos a falar de caminhadas de vários dias e os conselhos são diferentes. Normalmente as pessoas querem saber que tipo de mochilas devem levar e o calçado. O que nós dizemos às pessoas é que devem procurar ir confortáveis porque são muitos dias a caminhar e se não tiverem o mínimo de cuidados vão sofrer e por vezes acabam por não conseguir chegar e não estamos a falar de um caminho com um grande grau de dificuldade”.

A UCV representa diversas marcas nacionais e internacionais de calçado, roupa e todo o tipo de material de desporto outdoor. Continuar a apostar sempre nas melhores soluções para os clientes é o lema da empresa. Para André Verde a UCV “é um projeto de vida que quer continuar a melhorar. Queremos crescer em quantidade e qualidade e no nosso próprio conhecimento para podermos aconselhar os nossos clientes”.

Acerca de

Jornal C