Em 2 Fevereiro, 2018 Por Em Não Catalogada

Tribunal de Viana marcou para março o início do julgamento resultante da operação de Junho de 2017

O Tribunal de Viana do Castelo marcou para março o início do julgamento de quinze pessoas acusadas pelo Ministério Público (MP) da prática dos crimes de tráfico de droga, nomeadamente cocaína e heroína, detenção de armas proibidas e furto.

O julgamento tem início no dia 21 de março e conclusão em abril, com um total de quatro sessões, onde serão ouvidas 47 testemunhas.

De acordo com o processo, dos 15 arguidos, três estão detidos no estabelecimento prisional de Braga, um outro no Porto e um quinto, na habitação, com pulseira eletrónica. Os restantes estão sujeito a Termo de Identidade e Residência (TIR).

A operação que levou à detenção dos 15 arguidos, com idades entre os 22 e os 56 anos, desenvolvida pela GNR de Viana do Castelo, ocorreu em junho de 2017 e “visou dar cumprimento a 27 mandados de busca domiciliária, um mandado de busca a um estabelecimento comercial e 30 mandados de busca e apreensão a veículos”.

No decurso daquela operação, os militares da GNR apreenderam 455 doses de cocaína, 366 doses de haxixe, seis doses de heroína, quatro armas de fogo (três caçadeiras, sendo que duas de canos serrados e uma carabina de 5,5 mm adulterada) e 20 munições de vários calibres.

Sete armas brancas, uma viatura ligeira, duas balanças de precisão, três LCD, dois ‘tablet’ e 2.730 euros estão também entre os artigos recuperados pela GNR.

Acerca de

Rui Lopes