Em 22 Outubro, 2019 Por Em Política

PSD defende para Caminha “políticas de desenvolvimento, modernização e sustentabilidade”

“CAMINHA QUEREMOS TE OUVIR

O nosso concelho atravessa tempos difíceis e sem precedentes.
Anos de políticas centradas no endeusamento/diabolização dos seus actores mergulhou a estrutura económica do município numa profunda degradação, cujas consequências se prolongarão por largos anos, causando sérias dificuldades a uma restruturação célere que urge por em marcha.
O PSD está convicto que os caminhos traçados na propaganda e no diabolizar dos antecessores não nos leva pelo bom caminho.
A estratégia escolhida pelo Partido Socialista à frente dos destinos do concelho centrada nos meios de comunicação e na tentativa de satisfação daqueles que nos visitam apenas causou retrocesso.
O PSD defende que as políticas municipais devem primar pelo bem-estar daqueles que cá residem permanentemente e só assim seremos atrativos para os que nos visitam.
Caminha é dotado de uma beleza paisagística que é a incontornável e única razão para que os de “fora” nos queiram visitar.
Pelo que é na preservação e restruturação desses elementos que se deve centrar a política municipal, ao invés de eventos propagandísticos que poucos frutos aportam e que causam maleitas incontornáveis nas contas públicas.
Gastam-se enormidades em festivais e festas em desfavor e em concorrência com aquele que é o nosso património e nos preenche a todos caminhenses, como são as festas de Santa Rita ou de São Bento.
Ao invés fazem-se investimentos em empresas externas ao concelho que em poucos dias esgotam o orçamento municipal e apenas visam o lucro, sem que haja um retorno sólido e consequente para o desenvolvimento económico e cultural do concelho.
Por seu lado, os pequenos empresários penam em encontrar na Câmara Municipal políticas de incentivo e um parceiro sincero.
A verdade a que assistimos actualmemte é de constante depreciação do bem-estar dos nossos residentes, se não vejamos:

– o património camarário está obsoleto e parcialmente destruído;
– os funcionários municipais não têm fardamento;
– os esgotos saem na marginal directamente para o Rio Minho;
– as obras de saneamento triplicam o tempo de execução;
– os jardins são uma amontoado de ervas daninhas;
– os investimentos na modernização da rede viária desapareceram;
– não há uma única estratégia municipal para a acção social e da terceira idade;
– não há nenhuma política de estruturação de emprego qualificado.

O PSD defende que o concelho tem que caminhar para políticas de desenvolvimento, modernização e sustentabilidade:

– Da pesca;
– Da agricultura;
– Da indústria;
– Do meio ambiente;
– Da Acção Social;
– Da cultura e do ensino;
– Do desporto.

Estas são as nossas metas e preocupações.

O PSD está atento e é bom ouvinte.

Concelhia do PSD Caminha”

Acerca de

Cidália Aldeia

Chefe de Redação