Em 16 Outubro, 2017 Por Em Arcos de Valdevez

Pica no Chão, dias 21 e 22 de outubro em Arcos de Valdevez

No fim de semana de 21 e 22 de outubro, Arcos de Valdevez será palco de mais uma edição dos “Ciclos Gastronómicos”, retornando às mesas dos restaurantes arcuenses o tradicional “Arroz de Pica no Chão”, acompanhado dos excelentes vinhos verdes da região.

Este é um prato que faz parte de um vasto e rico património gastronómico concelhio que defende a qualidade dos produtos locais de criação caseira e biológica, como atributo fundamental na confeção desta iguaria; muito vulgar é também a designação deste prato por “Arroz de cabidela”. Em Arcos de Valdevez poderá também deliciar-se com sobremesas assentes na doçaria tradicional arcuense, com destaque para os “Charutos de Ovos com Laranja de Ermelo”, o “Bolo de Mel” e o “Bolo de Discos”.

A par desta iniciativa decorrerá no fim de semana a “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”, a qual contará com atuação de rusgas e do Grupo Musical “Alegria Lima”, bem como participar em visitas guiadas a quintas de produção de verde, caminhadas pela serra, tertúlias, assistir a espetáculos de teatro e a oficinas.
Aproveite para fazer um roteiro gastronómico singular e genuíno pelos sabores tradicionais de Arcos de Valdevez, contando com a participação de vários restaurantes aderentes.
Em Arcos de Valdevez poderá passar também um fim de semana de convívio e lazer em família num ambiente saudável, usufruindo de toda a oferta existente ao nível do turismo de natureza, nomeadamente, passeios pela Ecovia do Vez, passeios a cavalo, a realização de trilhos, descidas do rio em kayak, passeios de todo o terreno, entre outros.

Convidamo-lo a visitar Arcos de Valdevez, concelho onde fica Sistelo, umas das 7 Maravilhas de Portugal, aldeias. Um concelho inserido no Parque Nacional Peneda Gerês, Reserva Mundial da Biosfera e detentor de um património natural e cultural vasto e rico. Venha fazer um itinerário pelos sabores da nossa gastronomia, pelas nossas tradições, pela nossa cultura e pela beleza natural deste território.