Opinião

Em Outubro 19, 2017Por Cidália AldeiaEm Opinião

“Halloween” e “Mês das Almas”

Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar “Todos os Mártires”. Três séculos mais tarde o Papa Bonifácio IV († 615) dedicou a “Todos os Santos” o panteão romano. Com o passar dos séculos passou a celebrar-se a solenidade de “Todos os Santos” no dia 1 de novembro. Como festa grande, esta também ganhou a sua celebração vespertina ou vigília, que prepara a festa no dia anterior (31 de outubro). Na tradução para o inglês, essa vigília era chamada All Hallow’s Eve (Vigília de TodosLer mais

Em Novembro 12, 2015Por Jornal CEm Opinião

Narrativa Socialista 4

    Com o “Slim Fit” livrou-se da vereadora e das promessas eleitorais!   Tivemos no passado dia 04 de Outubro eleições Legislativas onde, e julgo pela primeira vez, todos os principais Partidos concorrentes saíram vencedores. Parece impossível, mas pouco depois de fechada a contagem dos votos, Portugal estava invadida de Partidos vencedores. Mesmo que algumas vitórias fossem vitórias “morais”, todos clamavam por vitória. Coisa nunca vista! Uns ganham, outros querem governar à força! Mas a nível do nosso Distrito, tivemos um clamoroso derrotado. E esse derrotado tem um nome.Ler mais

Em Dezembro 23, 2014Por Joaquim Celestino RibeiroEm Opinião

Mais que um “desabafo” de Natal

No passado dia 20 de dezembro, Vila Praia de Âncora assistiu a um maravilhoso concerto de Natal – o “AMFF Canta o Natal”. Com cerca de 300 alunos em palco, banda de suporte, orquestra, coros e solistas, o espetáculo só poderia ter merecido casa cheia, como se verificou, não chegando as bancadas do Pavilhão Desportivo para albergar os assistentes. Com arranjos de José Paulo Ribeira, cuja qualidade e profissionalismo na música é já reconhecida há muitos anos, o desfile musical atravessou estilos, absorveu tendências e expôs a capacidade de organizarLer mais

Em Fevereiro 11, 2014Por Joaquim Celestino RibeiroEm Opinião

Proteger o sapal do rio âncora

Nem sempre o absurdo se ignora como por vezes do óbvio se esquece. É assim na vida comum de cada um, mas não é aceitável que o seja nas decisões políticas e administrativas que nos regem. As movimentações já visíveis no sapal do Âncora anteveem uma possível agressão ambiental sem precedentes numa zona sensível e determinante para o equilíbrio ecológico local e migratório. Só uma insensibilidade ou desconhecimento gritante justifica o livre arbítrio no prejuízo desta zona, reconhecidamente, não só no normativo nacional como no comunitário, como fundamental ao equilíbrioLer mais

Em Outubro 21, 2013Por Joaquim Celestino RibeiroEm Opinião

Da tomada de posse dos órgãos municipais

No tropeço dos apupos ouvidos na tomada de posse ficou o registo de um novo estilo de governação, assim defendido e promovido, que pode, na verdade, esconder uma continuidade, um exercício, afinal, pouco inovador, cujo traço se faz no matiz monocromático do executivo decidido pelo voto. Hesitei em fazer eco público desta minha inquietação, certo de que, por ter sido cabeça de lista pela CDU à Câmara Municipal de Caminha, não me competia, em tão curto espaço, ajuizar em sentido contrário à mudança que se impunha, e que sempre defendiLer mais

Em Outubro 19, 2013Por Flamiano MartinsEm Opinião

Espírito Democrático

Na cerimónia de tomada de posse dos órgãos autárquicos concelhios assistimos a um espetáculo e não a uma cerimónia de tomada de posse dos autarcas que irão dirigir os destinos dos órgãos autárquicos do concelho de Caminha. O PS propôs ao sr. Presidente da Assembleia Municipal cessante que esta cerimónia que se pretende solene, de compromisso para com TODOS os munícipes, se realizasse num espaço diferente daquele que tem ocorrido desde o 25 de Abril: no teatro Valadares e não no salão nobre do concelho. Pensaram uns: quer-se dar umLer mais