Política

A maioria socialista garante luz verde ao Plano de Actividades e Orçamento da Câmara de Caminha para o próximo ano, avaliado em 20 milhões e 200 mil euros. Significa uma quebra no investimento de 15 por cento quando comparado com o Orçamento para este ano, apresentado pelo anterior executivo do PSD. O presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, explicou, em entrevista em exclusivo ao Jornal C, a razão destes números. O autarca justifica a diminuição no investimento com as dívidas deixadas pelo anterior executivo camarário liderado pelo PSD. OLer mais

Em Dezembro 11, 2013Por Jornal CEm Caminha, Política

CDU critica actuação de PS e PSD

A CDU veio a público criticar a actuação dos partidos do arco da governação na Assembleia Municipal de Caminha. O porta-voz daquela coligação no concelho, Celestino Ribeiro, acusa sobretudo o partido socialista de falhar as promessas eleitorais de mais diálogo. O porta-voz da CDU lamenta que PS e PSD tenham excluído a coligação democrática unitária, que tem dois eleitos com assento na Assembleia Municipal de Caminha, de os ter excluído de todas as comissões constituídas no âmbito daquele órgão autárquico, que incluíram apenas elementos do partido socialista e do partidoLer mais

Em Novembro 21, 2013Por Jornal CEm Distrito, Política

Júlia Paula já é militante laranja

O mais recente militante do PSD no concelho de Caminha é: Júlia Paula Costa. Durante 12 anos, a ex-autarca foi presidente da Câmara de Caminha, tendo sido sempre eleita com o apoio do PSD, mas, apesar dos muitos convites, recusou sempre a militância. Até agora. Em declarações ao Jornal C, a anterior presidente de Câmara explicou que o objetivo da sua filiação no PSD não é disputar os cargos de liderança, mas dar ao partido o seu contributo enquanto cidadã e ex-autarca.Ler mais
O socialista José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo, vai decidir nos próximos dias se se recandidata ou não à presidência da concelhia local do PS. Recorde-se que os socialistas do Alto Minho vão a votos no final deste ano. As 10 comissões políticas concelhias do PS do distrito de Viana do Castelo vão eleger as novas direções entre os dias 6 e 14 de Dezembro. Segundo avança fonte da distrital do Partido Socialista, na maioria dos concelhos deverão surgir novos protagonistas na liderança das concelhias. UmLer mais
Perdeu as autárquicas, está a ponto de abandonar a distrital, mas acaba de ganhar a presidência da concelhia do PSD de Viana do Castelo. Eduardo Teixeira mostra assim que não está disposto a abandonar a vida política activa, apesar do resultado desastroso das últimas eleições. Eduardo Teixeira foi este fim-de-semana a votos para a liderança da Comissão Política concelhia do PSD de Viana do Castelo, tendo batido Fernanda Araújo, que encabeçava a outra lista. Num universo de 439 militantes com capacidade para votar, foram às urnas este sábado 226, mais deLer mais
As ameaças de Ilda Figueiredo surtiram efeito. Vereadora sem pelouro na Câmara de Viana, a autarca comunista tinha pedido um gabinete de trabalho na autarquia, de acordo com o que está estipulado na legislação, para poder receber os munícipes. Sem resposta do executivo socialista liderado por José Maria Costa, a vereadora ameaçou começar hoje a receber as pessoas em plena rua, entre as 2 e as 5 e meia da tarde. Eis que entretanto recebe informações do executivo autárquico de que afinal vai poder receber os habitantes de Viana noLer mais
José Manuel Carpinteira, socialista que foi presidente de Câmara de Vila Nova de Cerveira durante 24 anos, renunciou ao cargo como deputado na Assembleia Municipal depois de ter perdido a presidência daquele órgão autárquico para os independentes do movimento ‘Pensar Cerveira’. A renúncia foi apresentada naquela que foi a primeira reunião daquele órgão autárquico, realizada este mês, sendo substituído pelo jovem Joaquim Barroso. À Rádio Caminha, Carpinteira explicou que renunciou ao cargo para permitir ao partido e aos restantes deputados fixarem baterias no futuro, deixando para trás o passado. OLer mais
As ameaças de Ilda Figueiredo surtiram efeito. Vereadora sem pelouro na Câmara de Viana, a autarca comunista tinha pedido um gabinete de trabalho na autarquia, de acordo com o que está estipulado na legislação, para poder receber os munícipes. Sem resposta do executivo socialista liderado por José Maria Costa, a vereadora ameaçou começar hoje a receber as pessoas em plena rua, entre as 2 e as 5 e meia da tarde. Eis que entretanto recebe informações do executivo autárquico de que afinal vai poder receber os habitantes de Viana no salãoLer mais