Caminha

Os trabalhos de execução da rede de saneamento de Vilar de Mouros estão concluídos em quase 50 por cento. Trata-se de um investimento que ronda os 800 mil euros e a obra foi alvo, ontem, de uma visita técnica, em que participaram o vereador das Obras Públicas, Rui Lages, e o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Alves. A principal frente de obra desenvolve-se agora na parte norte da Estrada do Funchal, uma das principais artérias da freguesia, onde, de resto, têm sido realizados importantes investimentos particulares nos últimos anos.Ler mais
A Bandeira Azul da Europa vai ser hasteada no dia 30 de Junho nas quatro praias marítimas do concelho de Caminha. A cerimónia tem início na Praia de Âncora, pelas 09h30, seguindo-se momentos idênticos nas praias de Vila Praia de Âncora, Moledo e Caminha, respetivamente. O concelho volta assim a viver mais um Verão Azul, e, este ano, com uma boa novidade, já que também a Praia Fluvial das Azenhas, em Vilar de Mouros, exibirá, pela primeira vez na sua história, a Bandeira Azul da Europa, que será colocada noutraLer mais
A proposta de adesão de Caminha à empresa pública “Águas do Alto Minho” foi aprovada com os votos contra do PSD que alertam para os aumentos “brutais” da fatura da água que a mesma vai provocar a partir de janeiro do próximo ano. Para solucionar o problema da água em Caminha a vereadora defende que existiam outros caminhos que não este da formação de uma empresa pública que vai onerar a fatura da água. Liliana Silva fala em valores que podem triplicar o valor cobrado atualmente. Para o PSD estaLer mais

Em Junho 14, 2018Por Cidália AldeiaEm Caminha

Água mais cara a partir de Janeiro de 2019

O executivo caminhense aprovou ontem, por maioria, a adesão de Caminha à empresa pública “Águas do Alto Minho”, empresa que a partir de janeiro do próximo ano, ira fazer a gestão dos sistemas municipais de abastecimento público de água e saneamento de águas residuais urbanas. Se este novo modelo for aprovado pela Assembleia Municipal, a partir de janeiro de 2019, os caminhenses vão ver aumentada a fatura da água, para valores idênticos aos que são praticados pelo município de Viana do Castelo. Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha,Ler mais
Anualmente, em Junho, em Venade, há a comemoração das Antoninas: a festa da família e do pão. Durante os dias antoninos a família é soberana, pois a “sua soberania é indispensável ao bem da sociedade” (João Paulo II, Carta às Famílias). Os mais novos e os mais velhos são estimulados a participarem com toda a família. Neste ano, como nos outros, o convite é dirigido a todas as famílias: porque não passar estes dias em família, vivendo várias atividades repletas de valores e valor? Preside neste ano às festas AntoninasLer mais

Em Junho 13, 2018Por Cidália AldeiaEm Caminha

Amigos da Matriz organizam arraial de Sto. António

Organizado pelo grupo «Os amigos da Matriz», realiza-se na próxima sexta-feira, 15 de junho, o tradicional  arraial de Stº António que terá lugar no antigo Largo do Turismo, em pleno centro histórico da vila caminhense. Tal como nas edições anteriores, haverá sardinhas, febras, caldo verde e arroz doce e tudo regado com bom vinho da região. A animação musical está a cargo do grupo Festada Portuguesa e do rancho Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha e Vilarelho. Antes do arraial, será celebrada uma missa em honra de SantoLer mais
A rede fibra ótica que tem vindo a ser instalada nos últimos meses no concelho de Caminha vai chegar a mais duas freguesias, totalizando um investimento de 1.5 milhões de euros. Argela e Vilar de Mouros assinaram ontem um protocolo com a Câmara de Caminha, mediante o qual se comprometem a comparticipar financeiramente com um montante de 10.500 euros. A freguesia de Argela comparticipa com 3 mil euros, e a de Vilar de Mouros 7.500 euros. Este esforço financeiro que estas duas juntas vão ter que fazer vai permitir resolverLer mais
Uma notícia vinda a público esta semana dando como certo o encerramento já em agosto  do Jardim de Infância de Santo António em Caminha por falta de capacidade financeira para contratar um diretor pedagógico tal como o Ministério da Educação exige, originou uma onda de apoio no facebook. O grupo criado naquela rede social e denominado “Jardim de Infância Snto António muito mais que um colégio, uma família”, recebeu nas últimas horas dezenas de testemunhos de antigos alunos e encarregados de educação que não escondem a sua tristeza e preocupaçãoLer mais