Caminha

As reuniões públicas descentralizadas continuam a percorrer as freguesias do concelho. Este mês, a sessão vai decorrer em Seixas. No dia 28 de fevereiro, pelas 18H30, Miguel Alves e o restante executivo vão estar no edifício da Assembleia de Freguesia de Seixas, para auscultarem os seixenses. As reuniões públicas descentralizadas são um instrumento de participação que os munícipes têm à disposição para dialogar diretamente com os decisores políticos concelhios. Além de favorecerem a proximidade junto da população, estas reuniões permitem ao presidente e vereadores da Câmara Municipal ouvir, esclarecer eLer mais
Câmara e sindicatos chegaram a acordo, subscrevendo um documento que passa a regular as condições de trabalho no Município e que já foi aprovado pelo Executivo. Era um anseio antigo das estruturas sindicais e foi possível graças ao sucesso do processo de negociação que juntou as partes. Daí resultou uma peça que consagra novos benefícios para os trabalhadores, constituindo ao mesmo tempo um instrumento de motivação que contribui para a estabilidade na gestão dos recursos humanos do Município, conforme defendeu o vice-presidente da Câmara, Guilherme Lagido, O acordo coletivo deLer mais
Faleceu ontem em Lisboa, onde residia, Maria Sofia Palha Bettencourt Pitta de Avillez, proprietária da Quinta de Leiras em Caminha e esposa do Tenente-Coronel Luís Sá Nogueira, falecido em Abril de 2016. Tinha 87 anos. O funeral realiza-se hoje (22 de fevereiro) pelas 16 horas da capela da Quinta de Leiras, onde permanece em câmara ardente, para o cemitério de Caminha.Ler mais
A Câmara vai entregar às freguesias cerca de 500 mil euros, referentes a transferências de capital e transferências correntes, sendo estas últimas antecipadas, o que constitui uma novidade na gestão do Município, mas que visa proteger as freguesias e facilitar a sua gestão. Há também novas regras que vão beneficiar o trabalho dos autarcas de cada freguesia e tornar todo o processo burocrático mais célere. As propostas de Miguel Alves foram ontem aprovadas em reunião do Executivo e serão agora submetidas à Assembleia Municipal de Caminha. Em causa está aLer mais
Minhotas e minhotos de cara alegre e trajes coloridos nascem das mãos desta artesã que trocou a fisioterapia pelo artesanato há menos de um ano. Angelina Gonçalves conta-nos que esta paixão pelos bonecos de pasta de papel é recente e começou com um brincadeira numa altura em que se encontrava de baixa médica em casa. “Eu tenho uma amiga que trabalha com este tipo de material e no ano passado, em abril, eu estive de baixa e ela um dia desafiou-me para eu aprender e assim poder entreter-me com algumaLer mais
A freguesia de Riba de Âncora, paróquia de Santa Maria de Riba de Âncora está encostada ao sopé da serra de Arga, dista 4 quilómetros do oceano Atlântico. Como se pode ler na Monografia da freguesia, da autoria de Maria Gabriela Oliveira, podemos dizer que Riba de Âncora “se ergue em local privilegiado da Natureza, rodeada de matizes de verde, dos campos férteis aos pinheiros bravios onde se escuta o tranquilo sussurrar dos riachos e se pode ouvir, às vezes, o bramir das ondas…”. Com uma área aproximada de 8,542Ler mais
Os Municípios de Caminha e A Guarda estão a ultimar os preparativos para a realização de mais uma edição de “Andainas 2018”, com a promoção de vários percursos pedestres, a realizar entre março e novembro, tanto em território português como espanhol, no âmbito da candidatura ‘Rio Minho a Paisagem Cultural da UNESCO’. Os percursos começam a 10 de março, com a ‘Rota Mágica de Oia’. O preço é de 10€ por pessoa, e as inscrições já estão a decorrer. Os Municípios pretendem dar a conhecer os territórios de ambas asLer mais
O Executivo reúne amanhã, dia 21 de fevereiro, em sessão ordinária, pelas 15h00, no salão nobre dos Paços do Concelho. Em agenda estão propostas relativas a protocolos e acordos com as freguesias, bem como acordos com estruturas sindicais, entre outros temas. O Executivo irá apreciar e votar duas propostas que dizem respeito às freguesias do concelho, designadamente a de submeter à Assembleia Municipal quer a celebração de protocolos de apoio, quer uma outra, para celebração de acordos de execução entre o Município e as freguesias. Da ordem de trabalhos fazLer mais