Em 4 Novembro, 2019 Por Em Caminha

Executivo caminhense volta a fixar o IMI na taxa máxima

A maioria socialista aprovou hoje, em reunião de Câmara, a fixação da taxa de IMI no concelho de Caminha. O valor mantém-se inalterado em relação ao ano passado, ou seja, nos 0,45%, o equivalente ao valor máximo.

Miguel Alves, presidente da Câmara de Caminha diz que a taxa de IMI pelos valores máximos é uma inevitabilidade.

Mas para tentar equilibrar as contas a Câmara diz que não se limita a aumentar impostos, Miguel Alves garante que vão existir também cortes na despesa.

Miguel Alves a justificar a aplicação da taxa máxima no Imposto Municipal sobre Imóveis.

PSD vota contra

O PSD votou contra esta proposta por considerar que ela é injusta para os munícipes. A vereadora Liliana Silva voltou a a chamar a atenção para a importância de se criar o IMI familiar no concelho de Caminha, alçgo que até agora ainda não foi conseguido.

 Câmara de Caminha aprovou voltar a fixar o IMI para 2020 na taxa máxima ou seja, em 0,45.

Acerca de

Cidália Aldeia

Chefe de Redação